O Clovadth

View story at Medium.com

Jaime estava com uma vontade, mas não sabia do que era. Inicialmente achava que era o cigarro. Queria fumar, mas não. Já fazia algum tempo que não sentia mais vontade de fumar. Os remédios faziam isso, ouviu um enfermeiro comentar certa vez. Começou a catalogar suas vontades para que não se esquecesse de nenhuma, primeiro pela ordem que apareciam na sua cabeça, depois por ordem de intensidade. Tomar um sorvete. Um uniforme que não cheirasse a naftalina. Um carro. Fazer a barba. Ir ao banheiro. Caminhar descalço na grama. Uma bóia. Sair… não. Não devia colocar essa vontade na lista. Mas já começou a pensar nela. E ela era forte. Prendeu a respiração, para que a urgência de inspirar fosse mais forte. Mas aquela vontade era mais forte do que tudo. Do que respirar. Seu maior desejo era sair daquele manicômio.

continue lendo O Clovadth

[ssba]

The author

Desde garoto eu gosto de quadrinhos. E ficção científica. E design, RPG, tecnologia, games, anime, internet… Esse blog é a minha tentativa de organizar esses assuntos, e mostrar o que rola de legal por aí, e mostrar uma faceta mais diversa do universo gay. Espero que você goste, a casa é sua.

Pin It on Pinterest